Morre aos 64 anos, o diretor Jorge Fernando e causa da morte é revelada

(Foto: Reprodução)
0

Aos 64 anos morre o diretor Jorge Fernando, vítima de um aneurisma cerebral. Desde 2017, Jorge Fernando sofre pelas complicações das sequelas de um AVC. O hospital Copa Star informou que o diretor deu entrada na tarde deste domingo 27, após passar mal, e morreu por volta das 20h depois de uma parada cardíaca.

O ator havia aparecido recentemente muito magro e deixou seus fãs e amigos preocupados com sua situação.

(Foto: Reprodução)

Vários amigos e atores lamentaram a perda nas redes sociais, inclusive sua colega de profissão e também escritora Gloria Perez postou em seu twitter: “Mais um amigo querido indo embora tão cedo! você vai fazer tanta falta, Jorginho, com sua alegria, seu entusiasmo, seu talento… Sem palavras aqui!”

Mumuzinho também fez uma homenagem ao seu amigo em suas redes sociais: “Impossível não se comover e lamentar que um sorriso desses partiu tão cedo, mas o seu legado de alegria é grande. Aos familiares e amigos, meus sentimentos e amor nesse dia tão difícil, e que consigam transformar esse sentimento em uma saudade digna da alegria que o Jorge Fernando tinha”

E o humorista Marcelo Adnet também prestou sua homenagem ao seu amigo: “Que pena a partida precoce do grande Jorge Fernando. Boom! Lembrarei dele pela simpatia e sua grande energia sempre! Muito carinho e força à Dona Hilda Rabello”.

Filho da atriz Hilda Rebello, Jorge Fernando de Medeiros Rebello nasceu no Rio de Janeiro em 29 de março de 1955. Estreou na televisão no seriado “Ciranda, cirandinha“, exibido pela TV Globo em 1978. Pouco depois, em 1981, foi diretor da telenovela “Jogo da Vida” e desde então se consagrou como um dos nomes mais conhecidos da televisão brasileira.

Ele dirigiu 35 novelas ao longo da carreira, com destaque para “Guerra dos Sexos“, “Que Rei Sou Eu?“, “Rainha da Sucata“, “Vamp“, “A Próxima Vítima“, “Chocolate com Pimenta” e “Êta Mundo Bom!“. O último trabalho, em 2019, foi “Verão 90“, que marcou o retorno do diretor após dois anos afastado se recuperando ao AVC sofrido em 2017.

Também dirigiu filmes, como as comédias “A Guerra dos Rocha” e “Se Eu Fosse Você“, além do seriado “Sai de Baixo” da TV Globo.

Embora tenha priorizado a direção, também seguiu atuando como ator ao longo de toda a carreira, incluindo o papel de Zetó na novela “Bebê a Bordo” e em diversas novelas que dirigiu. Em “Verão 90“, interpretou Mendoncinha.