Cunhado do DJ Alok pede auxílio emergencial, é descoberto e casal se explica em vídeo de desculpas. Assista!

0

Tudo começou na madrugada de sábado, quando a esposa do DJ Alok pegou o celular do irmão para tirar fotos e brincar nos stories, e deu para perceber que ele tinha o aplicativo do auxílio emergencial baixado no celular, o que causou uma revolta popular muito grande.

(Foto: Reprodução-Instagram)

Muitas pessoas questionaram o casal do motivo do irmão de Romana ter solicitado o auxílio, tendo em vista que eles são super bem sucedidos, e obviamente não precisam disso, pois vivem ostentando na internet, andando em carros importados, viajando de jatinho e indo nas melhores festas de todo mundo.

(Foto: Reprodução)

Alok se pronunciou sobre o caso “Isso repercutiu bem mal. Com toda essa repercussão, a gente foi perguntar para o irmão dela o que estava acontecendo, porque a Romana postou na inocência, ela nem sabia o que era, e para a nossa indignação e surpresa, é verdade. Ele usou o auxílio emergencial mesmo” disse o DJ.

(Foto: Reprodução)

O casal também disse em vídeo que ele não precisa disso, pois ambos sustentam suas famílias, justamente por ter uma condição social muito boa “A gente ficou muito surpreso porque ele não avisou a gente. A gente faz de tudo para ajudar nossas famílias sempre, eu sustento a minha família e a Romana também.” mas segundo Alok, ele não quis pedir ajuda para a família, talvez por vergonha “Ele é Dj, está passando dificuldade, não está tendo evento, o show business fechou e ele não queria pedir nada pra irmã, nem pra mim e nem pra ninguém. Ele quer se virar“ complementou.

Assista ao vídeo com o pedido de desculpas do casal

Por fim, eles resolveram da melhor maneira possível e devolveram o dinheiro para o governo ““Pegou muito mal, mas já cortou tudo, pedi pra devolver o dinheiro. A gente não controla as pessoas, infelizmente aconteceu mas a partir de agora não acontece mais. Eu tento salvar o mundo mas as vezes a gente não consegue” disse o casal, educados e finos como sempre.