Mãe de Miguel consta como funcionária da prefeitura, sendo doméstica da família

0

Mirtes perdeu seu filho Miguel e causou uma comoção nacional nesta quinta-feira (04), logo após a madame responsável pelo seu filho enquanto ela passeava com seus cachorros aparecer nas imagens apertando o botão do elevador no qual levava seu filho para a morte, e a maior revolta de todos, foi ver que ela foi atuada e levada para delegacia sendo culpada pelo homicídio, mas logo após pagar uma fiança de 20 mil reais, foi liberada e responderá em liberdade.

(Foto: Reprodução)

Mas a história não para de feder, e mais podres não param de aparecer, após uma consulta ao Portal da Transparência de Pernambuco, o nome de Mirtes constava como funcionária da prefeitura da cidade onde Hacker é prefeito, e ele nada mais é do que o marido da assassina do seu filho.

O salário de um cargo como esse é de  R$ 1.093,62, praticamente igual a um salário mínimo, mas as horas de trabalho constam como 0 horas, assim com vários funcionários da prefeitura aparecem no portal, o que causa uma suspeita de fraude

Confira as imagens

(Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)

Uma suspeita de fraude foi levantada pois no horário de trabalho de Lurdes, seria o mesmo horário no qual ela trabalharia como funcionária doméstica na casa do prefeito, e não como funcionária contratada da prefeitura.

Não podemos saber e nem afirmar se Mirtes sabia de tal situação, ou se foi forçada a aceitar, mas com certeza esse não é um fato isolado e nem será o último no qual algum político usa de um funcionário doméstico para nomear como se fosse um cargo público, resumindo, nós pagamos com o nosso dinheiro para que eles tenham funcionários particulares dentro de suas residências.

Nenhum jornalista e imprensa conseguiu contato com os envolvidos no escândalo até o presente momento, apesar de todos os meios de comunicação tentar de várias maneiras pedir um posicionamento ao prefeito e a sua esposa sobre o caso, mas parece que eles preferem manter o silêncio, o que acaba causando um espanto ainda maior, pois geralmente quem tem razão procura expor seus argumentos de defesa o quanto antes, pois sabem de sua inocência.