Publicidade

Mulher tenta humilhar fiscal que controlava aglomeração: “Cidadão não, engenheiro civil, formado, melhor do que você” Vídeo!

Publicidade
Publicidade

Em uma reportagem exibida neste domingo pelo programa da Rede Globo Fantástico, mostrava pessoas que faziam aglomerações em bares no Rio de Janeiro, logo após o governador do estado liberar o funcionamento de bares e restaurantes, mas em gravações feitas por anônimos mostravam que pessoas se aglomeravam e nem se importavam com o uso das máscaras, que é algo de extrema importância no combate ao coronavírus.

(Foto: Reprodução)

Uma parte da matéria chamou a atenção, foi quando um casal resolveu intimidar os fiscais que estavam no local, e o homem chegou como se tivesse razão, cheio de moral dizendo “Cadê a sua trena? Como você mediu as pessoas?” disse o rapaz para os fiscais que logo foi interrompido “Cidadão…” mas sua mulher não deixou nem o fiscal terminar e deu a carteirada “Cidadão não, engenheiro civil, formado, melhor do que você”, complementou a mulher. Coitada, tem gente é tão pobre, mas tão pobre que só tem dinheiro mesmo.

O fiscal relatou as constantes ameaças sofridas pela equipe que trabalha no local, e disse que as pessoas estão cada vez mais “ensandecidas” e “agressivas” e que tá sendo muito difícil controlar toda essa teimosia e prepotência das pessoas, principalmente tentando rebaixar o trabalho que eles estão fazendo, afinal, eles estão lidando com um bairro de classe média alta como o leblon.

Publicidade

Assista a essa lamentável cena

Acho que ela esqueceu, que quando a gente morrer, todo mundo vai pro mesmo lugar, dentro de um caixão e pra baixo de muita terra pra ser enterrado, a não ser que ela prefira ser cremada, mas da morte ninguém escapa né filha? Vamos ter o mínimo de respeito pelo trabalho dos outros, que nem tem culpa de estar ali, e o mínimo de empatia pela dor do próximo e das famílias que perderam pessoas por conta desse vírus maldito.

O que está acontecendo com o mundo?

Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Publicidade