Funcionário do Carrefour morre e loja esconde corpo com guarda-sóis para continuar vendas

0

Revoltante! Um funcionário da rede de hipermercados Carrefour morreu, na última sexta-feira (14/8), enquanto trabalhava em uma unidade de Recife (PE). E de acordo com informações do UOL, o corpo dele ficou no meio do estabelecimento e foi coberto com guarda-sóis. O caso gerou revolta após ganhar repercussão nesta terça-feira (18).

Moisés Santos promovia produtos alimentícios no local quando sofreu um mal súbito e não resistiu. Para manter o supermercado em funcionamento, empregados da loja bloquearam o acesso visual ao corpo de Moisés com tapumes e guarda-sóis.

Imagem

O corpo de Moisés ficou no local entre 8h e 12h, até ser retirado pelo Instituto Médico Legal (IML). A operação da rede, no entanto, foi muito criticada no Twitter e no Facebook.

Nos comentários de diversas postagens, o Carrefour lamentou a morte de Moisés e anunciou a mudança de protocolos, determinando o fechamento de lojas em situações como a ocorrida na capital pernambucana.

https://twitter.com/fabianaconcer/status/1295097704582914048?ref_src=twsrc%5Etfw%7Ctwcamp%5Etweetembed%7Ctwterm%5E1295097704582914048%7Ctwgr%5E&ref_url=https%3A%2F%2Fnoticias.uol.com.br%2Fcotidiano%2Fultimas-noticias%2F2020%2F08%2F18%2Fhomem-morre-e-tem-corpo-coberto-por-guarda-sois-em-carrefour-no-recife.htm

Nos comentários de diversas postagens, o Carrefour lamentou a morte de Moisés e anunciou a mudança de protocolos, determinando o fechamento de lojas em situações como a ocorrida na capital pernambucana.

“Respeitamos e nos preocupamos muito com todos, e sentimos muito pelo falecimento do senhor Moisés. Informamos que os protocolos para que as lojas sejam fechadas quando fatalidades como essa acontecem já foram alterados, e estamos à disposição para apoiar a família do senhor Moisés”, anuncia o Carrefour no Facebook.