Homem racista que agrediu motoboy é identificado, detido e continua os ataques na delegacia

0

Mateus Abreu Almeida Prado Couto é o nome do agressor racista que humilhou o motoboy e esta ficando “famoso” em todo o Brasil graças as redes sociais, o caso aconteceu na cidade de Valinhos quando um motoboy fazia uma entrega e reclamou de situações anteriores e disse que todo entregador que vai até esse homem sempre é recebido de maneira grosseira com muitos insultos e grosserias de baixo nível.

A Guarda Civil da cidade deteve o homem que humilhou o motoboy de 19 anos chamando de lixo, semi-analfabeto e dizendo que ele nunca teria uma casa naquele lugar e por isso ele tinha inveja das casas, das famílias e de sua cor por ele ser branco e o integrador não.

A GCM emitiu uma nota sobre o caso

“Diante das ofensas de maior relevância proferida pelo contabilista de 31 anos contra o motoboy de 19 anos fizeram com que os GCMs encaminhasse o contabilista até a delegacia de polícia civil onde foi indiciado criminalmente por injúria”, afirma a nota da GCM.

Segundo o comandante da GCM da cidade, Aureliano, as agressões começaram após o motoboy comentar que outros entregadores estavam reclamando da maneira “hostil” que são tratados pelo contabilista toda vez que vão até o condomínio. O fato foi confirmado em nota pela Guarda Civil.

“Fato este constatado pelos GCMs no local dos fatos e ainda pela delegacia onde o contabilista continuava ofendendo o motoboy com palavras as quais o constrangiam e ainda transmitia ao motoboy um sentimento de minusvalía”

Vale ressaltar que, de acordo com o jornalista Tácio Lorran do site Metrópoles o homem que quis humilhar o entregador tem apenas o ensino médio completo.

Confira a nota completa da GCM sobre o caso

O caso aconteceu no dia 31/07/2020 por volta das 16h35 pelo bairro Chácara Silvânia, de acordo com o comandante da GCM de Valinhos Sidnei Aureliano a ROMU foi acionada através do 153 onde segundo informações uma discussão entre um morador e um motoboy se encontravam muito tensa, pelo local os componentes vieram a intervir evitando o confronto entre os dois, porém diante das ofensas de maior relevância proferida pelo contabilista de 31 anos contra o motoboy de 19 anos fizeram com que os GCMs encaminhasse o contabilista até a delegacia de polícia civil onde foi indiciado criminalmente por injúria, caso este que nesta data do dia 07/08/2020 veio á público e esta ganhando repercussão nas redes sociais.

Segundo ainda o comandante da GCM de Valinhos, a motivação de todo desentendimento começou após o motoboy comentar que alguns motoboys estavam reclamando da maneira hostil que são tratados pelo contabilista toda vez que vão até sua residência para fazer qualquer tipo de entregas, fato este constatado pelos GCMs no local dos fatos e ainda pela delegacia onde o contabilista continuava ofendendo o motoboy com palavras as quais o constrangiam e ainda transmitia ao motoboy um sentimento de minusvalía, frisou o comandante Aureliano.