Mulher que quebrou a arte de Romero Brito diz que não tinha intenção de jogá-la no chão: “mas fui me indignando”

0

Madeleyne Sanchez é o nome da empresária que viralizou na semana passada após jogar uma obra do artista Romero Britto no chão ao acusá-lo de ter humilhado os seus funcionários em seu restaurante.

(Foto: Reprodução)

Ela é venezuelana, e disse que a sua real intenção não foi de quebrar a obra, que custa cerca de R$24.000, mas sim de conversar com o artista mas que ao chegar lado a lado com Romero acabou se indignando ainda mais e ficando muito nervosa e acabou tomando tal atitude sem no calor da emoção.

Madeleyne é dona de um restaurante chamado “Olé Olé And Tapelia”, que fica localizado em Miami bem em frente a galeria do artista brasileiro e disse que após Romero maltratar seus funcionários, ela chegou no estabelecimento e encontrou sua equipe visivelmente arrasada e não admitia tal atitude.

“No dia, cheguei entre 11h ou 12h e encontrei meus funcionários chorando, porque a mesa tinha sido feita para esse homem com muita alegria, ele já tinha vindo muitas vezes, mas aquele dia seria especial, porque ele iria com mais gente. Ele veio e ofendeu a todos: “não me olhe na cara, se eu não fizer isso, eles não podem vir, desliga a música, não quero ninguém sentado ao meu redor” e isso é humilhante”, relatou a empresária.

“Quando eu escutei os relatos, eu disse “não pode ser”. E ainda por cima, ele diu um desconto. Fiquei indignada, porque Tapelia é uma família, não é o dono e os funcionários, trabalhamos em grupo e se fizerem alguma coisa para mim ou para eles, a gente se defende”, disse ela em entrevista ao instagram de notícias americanas ONLY in DADE.

Toda essa situação aconteceu em 2017, mas acabou pegando uma viralização agora após uma postagem feita por uma menina no aplicativo TikTok

“Ele teve aquele dia para autografar as obras, fui na minha casa procurar o presente, que meu marido comprou quatro meses antes, porque eu gostava dele, eu o admirava, eu o amava, com suas obras alegres. Gostei da obra e meu marido me deu a maçã no meu aniversário. Mas depois do que aconeteceu, eu disse que não queria ela mais na minha casa. Fui na loja dele, me apresentei, e não, realmente não achei que fosse quebrar na cara dele, mas fui me indignando aos poucos”, relatou.

A página de seu restaurante no instagram saltou dos 4 mil seguidores, para 160 mil logo após toda polêmica, e ela tratou de fazer uma homenagem aos seus funcionários com uma postagem de agradecimento, pois querendo ou não, foi graças a eles também, que ela ficou “famosa” e ganhou o carinho de muita gente.

“Sentir-se apreciado é uma das necessidades mais importantes das pessoas. Ao compartilhar com alguém o seu apreço e gratidão, eles não se esquecerão de você”, disse ela, homenageando seus funcionários.

(Foto: Reprodução-Instagram)

O artista Romero Britto também se manifestou sobre o assunto, e emitiu uma nota dizendo que o incidente aconteceu a mais de 3 anos

“O vídeo do incidente ocorreu em 2017 no qual todos podem ver que fui vítima de uma pessoa que foi a uma de minhas galerias de arte e quebrou uma escultura que havia ganhado. Uma peça pesada de porcelana que, ao quebrar em pedaços, poderia ter causado danos a mim, a ela ou a qualquer outra pessoa no local. É lamentável, mas a integridade física das pessoas foi colocada em risco naquele momento. Infelizmente, há pessoas que querem ficar famosas às custas de outro. Através da minha arte, meu propósito sempre foi o de levar alegria, amor e esperança a todos. Não admito desrespeito e jamais tive a intenção de desrespeitar alguém. A internet é muitas vezes injusta e as pessoas não estão preocupadas com a verdade. Gostam de confusão, drama, negatividade, de julgar sem analisar os fatos. Vou continuar minha missão de alegrar o mundo, que como nunca precisa de mais amor, felicidade, esperança e otimismo”.