Pesquisas feitas no celular das filhas de Flordelis mostram procura de “veneno para matar pessoa”

0

Família perigosa! A Polícia Federal detectou pesquisas feitas no celular de duas das filhas da deputada por vários tipos de venenos, para que pudessem ser usados para matar um ser-humano, no caso, o seu próprio pai.

(Foto: Reprodução)

Nas buscas constam “Veneno para matar que seja letal e fácil” “veneno para matar pessoas que seja legal” “alguém da barra pesada” “barra pesada online” “assassino onde achar”, e vários outros absurdos que foram pensados como estratégia para poder ceifar a vida de Anderson.

(Foto: Reprodução)

Um perito do Ministério Público Federal constatou que Anderson havia sido envenenado com um tipo de veneno conhecido como arsênico, que é um tipo de veneno em pó branco, sem cheiro e sem gosto, que pode ser facilmente misturado junto com a comida ou até mesmo com a bebida sem que a pessoa perceba.

Uma das pessoas que moravam na casa de Flordelis chegou até a ficar internada por mais de 5 dias, logo após passar mal ao comer uma refeição, sendo vítima de tabela da tentativa de homicídio feita contra o pastor.

Uma testemunha contou, que em uma conversa com uma das filhas do casal, que se chama Simone dos Santos, ela teria admitido que tentou envenenar o seu próprio pai, mas que ele não morreu “Mas ele não morre não. Ele é ruim de morrer”, disse Simone.