Acusada de matar seu ex-marido, Flordelis faz texto em homenagem ao aniversário de morte do mesmo: “meu Nem, meu amor”

0

O aniversário de morte do Pastor Anderson do Carmo comoveu a muitos fiéis que fizeram lindas homenagens em suas redes socias, mas a que mais causou polêmica foi a principal acusada de cometer o crime, a deputada Flordelis resolver usar as suas redes sociais para prestar uma homenagem ao seu ex-marido, que segundo inquérito policial, foi assassinado a mando da própria.

(Foto: Reprodução)

“Meu Nem, sinto tantas saudades, não consigo me acostumar a viver sem você. Até tento, mas não consigo, fazíamos quase tudo juntos, sinto sua falta ao meu lado, tem sido muito difícil viver sem você. Mesmo o tempo passando, jamais será suficiente para que a dor da sua ausência diminua. Meu Nem, meu amor, você segue vivo dentro de mim. Um ano e três meses longe, parece uma eternidade, mas o que me acalma é a certeza de que mesmo que você não possa voltar, um dia eu vou poder ir até o seu encontro. Sei que preciso continuar e não deixar a felicidade fugir de vez da minha vida, mas as saudades que sinto de você me deixam paralisada. Você foi embora, meu amor, e levou também uma parte de mim. Deus tem sido meu Refúgio, minha Força, meu Socorro, em Deus tenho depositado minha confiança. Vou lembrar de você, todos os dias e em todas as situações que eu viver e você continuará vivo através de mim e da nossa família. Sempre te amarei, Nem! Até um dia!”, escreveu Flordelis, em seu perfil.

A postagem obteve mais de 3 mil curtidas, ainda existem pessoas que acreditam na sua inocência, geralmente fiéis da igreja e pessoas que conviviam com ela e preferem desacreditar da polícia e de toda a investigação para continuar fielmente acreditando na versão da deputada.

(Foto: Reprodução)

O inquérito policial mostra que Flordelis mandou matar o seu ex-marido na ambição e ganância pelo dinheiro e poder da igreja, que ambos tomavam conta, eles tinham uma família com mais de 43 filhos e ela contou com a ajuda de alguns desses filhos para que a morte fosse efetuada, sendo a principal mandante.

Flordelis hoje em dia só não esta na cadeia devido ao foro privilegiado, graças ao cargo que exerce na política, mas seus filhos estão presos aguardando julgamento, e ela será julgada em primeira instância.