Bolsonaro é acusado de discurso Fake News na ONU. Veja suas declarações.

0

O presidente Jair Messias Bolsonaro discursou hoje na 75ª Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), a primeira realizada na história, por razões da pandemia do novo CoronaVírus.

No discurso o presidente abordou diversos assuntos em pauta no país, que tem gerado muitos debates, como a política ambiental e também as ações tomadas pelo governo em combate a pandemia do novo CoronaVírus.

Assista ao discurso na íntegra

O presidente defendeu o agronegócio e disse que apesar da crise, o produtor rural nunca parou de trabalhar e afirma que é assim que tem que ser  “O homem do campo trabalhou como nunca, produziu como sempre, alimentos para mais de 1 bilhão de pessoas. O Brasil contribuiu para que o mundo continuasse alimentado”, disse ele.

Com unhas e dentes o presidente defendeu a produção do agronegócio e afirmou que se “respeita a melhor legislação ambiental do planeta”. “Mesmo assim, somos vítimas de uma das mais brutais campanhas de desinformação sobre a Amazônia e o Pantanal”, lamentou.

Sobre o combate do novo CoronaVírus o presidente afirmou que a pandemia “ganhou o centro de todas as atenções [do governo] ao longo deste ano”. “Desde o princípio alertei, em meu país, que tínhamos dois problemas para resolver, o vírus e o desemprego, e que ambos deveriam ser tratados simultaneamente, e com a mesma responsabilidade”, seguiu dizendo.

Sobre ao meio ambiente era de se esperar que o presidente fosse responder as diversas críticas que tem recebido mundialmente sobre a falta de preservação da natureza, as queimadas e a falta de responsabilidade do governo em tomar alguma providência sobre tudo o que esta acontecendo na Amazônia e no Pantanal.

Bolsonaro afirmou que o Brasil é um dos países que mais se preocupa com a preservação do meio ambiente e acusa os outros países de agirem assim por puro interesse econômico, por serem principais concorrentes comerciais com o Brasil.

Bolsonaro também foi criticado por dizer que o auxílio emergencial foi de mil dólares, o que convertido em reais seria em torno de R$5400,00 para cada cidadão, e o valor não chega perto disso, e vale ressaltar que só foi de 600 reais por pressão da oposição.

A internet reagiu a essas declarações:

(Foto: Reprodução-Twitter)