Menino tropeça de bicicleta, arranha o carro, deixa um bilhete no automóvel e dono do carro responde

0

Um caso inusitado acabou viralizando nas redes sociais essa semana, o pequenino Benício Esmanhoto Hoffmann estava curtindo um passeio de bike ao lado do seu pai, e em um descuido acabou escorregando e caindo por cima do carro, provocando alguns arranhões.

(Foto: Reprodução)

Em um ato de desespero, o menino ficou muito preocupado em como poderia ajudar ao dono do carro com o prejuízo, e fazer com que ele entendesse que não foi uma atitude proposital, sendo assim ele resolveu deixar um bilhete explicando a situação.

Segundo seu pai, o menino ficou muito incomodado com a situação, dando um exemplo de cidadania e de empatia pela dor do próximo, procurando ao máximo encontrar alguma solução para o problema que tinha surgido:  “Ele ficou bem incomodado, saiu dali falando: ‘Como é que eu vou fazer agora? Tem que pagar para arrumar o carro, vai custar caro’. Ele juntou um dinheirinho esses dias e falou: ‘Aquele dinheirinho que eu tenho já não vai dar’, disse seu pai.

O dono do carro, ao receber o bilhete e entender o que estava acontecendo, ficou extremamente comovido com a atitude do menino e resolveu responder, Marcelo Martins diz que passou a admirar muito aquele menino por uma atitude tão nobre, mesmo sendo tão novo.

“Gente como ficar bravo com essa criança que bateu no meu carro?”, disse ele na publicação, postando o bilhete que o menino havia deixado.

Marcelo ainda falou que o arranhado era tão insignificante, que se não fosse a honestidade do menino, ele nem teria percebido “Eu procurei de todos os lados, meu carro estava meio sujo, eu não reparei. Se não fosse o bilhete, eu nem tinha notado”, contou.

O dono do carro disse que a atitude do menino foi um exemplo para muitos  “A gente espera que alguém que vá bater [no seu carro] saia correndo, né? Mas eu achei de uma doçura, de uma honestidade… A gente sabe que criança vem sem malícia nenhuma, mas na idade que ele tem, pensei que pudesse sair correndo”, disse ele.

O pai da criança também ficou muito orgulhoso do caráter de seu filho “Fiquei muito orgulhoso porque a gente tenta educar para isso, né? Nosso objetivo é que ele seja responsável pelas ações dele no futuro, a gente sabe que é uma criança, mas ele é que tem que se responsabilizar e aprender com os erros”, disse ele em entrevista ao G1.