Neymar Jr. bate boca na internet com jogador que o chamou de ‘macaco’: “Você não tem caráter”

0

O atacante brasileiro Neymar Jr., expulso na derrota do PSG sobre o Olympique de Marselha por 1 a 0 após uma confusão envolvendo Álvaro González, respondeu ao texto do zagueiro nas redes sociais e disparou contra o jogador.

Acusado de racismo contra o brasileiro durante a partida válida pelo Campeonato Francês, o atleta espanhol postou na noite de ontem uma foto ao lado de companheiros negros dizendo que tem uma carreira limpa.

Neymar é 'apresentado' ao nojo do racismo. "Macaco filho da p..." - Prisma  - R7 Cosme Rímoli

Sem citar o nome de Neymar, ele disse que “às vezes é preciso aprender a perder e assumir no campo” e finalizou afirmando que não “existe lugar para o racismo”.

Pouco tempo depois, Neymar foi ao Twitter disparar contra González, afirmando que não respeita o zagueiro por ele não ter caráter e reiterando o racismo.

“Você não é homem de assumir teu erro, perder faz parte do esporte. Agora insultar e trazer o racismo para as nossas vidas não, eu não estou de acordo. Eu não te respeito! Você não tem caráter! Assume o que tu fala, meu irmão. Seja homem, rapaz! Racista”, escreveu Neymar.

Jogo tenso

O clássico teve uma série de confusões desde o início da partida e acabou com 17 cartões amarelos e cinco vermelhos.

Aos 5 minutos do primeiro tempo, o atacante Ángel Di María, do PSG, foi atingido por González, do time marselhês, que foi advertido.

Neymar é expulso, acusa rival de racismo e PSG perde para o Olympique no  Francês

Neymar foi em direção aos dois para defender o companheiro de time. Em vídeo, é possível ouvir Neymar dizer “racismo, não” duas vezes em espanhol ao adversário.

Segundo registros, González teria chamado o brasileiro de “macaco”. A discussão também teria envolvido um auxiliar do português André Villas-Boas, técnico da equipe visitante.

Depois do jogo, o brasileiro já havia usado o Twitter. Ele disse que foi chamado de “macaco FDP” e questionou o VAR por não captar o momento em que ele foi insultado pelo adversário.

“Único arrependimento que tenho é por não ter dado na cara desse babaca”, afirmou Neymar.