Globo pede desculpas a Maju Coutinho após Fantástico convidar empresário que foi racista com a jornalista

0

A produção do ‘Fantástico’ e no jornalismo da Rede Globo errou feio ao pedir ao empresário Rodrigo Branco que fizesse imagens e participasse de uma matéria que falava do turismo na Disney durante a pandemia no dominical.

Isso porque a substituta de Poliana Abritta no programa vem a ser Maju Coutinho, que foi vítima das injúrias raciais disparadas por Rodrigo em março deste ano. A reportagem foi exibida no domingo passado.

De acordo com o portal IG, o departamento de comunicação da Globo disse que “o ‘Fantástico’ lamenta não ter se dado conta de que era a mesma pessoa. E já se desculpou com Maria Júlia Coutinho”.

Ainda de acordo com a coluna de Fábia Oliveira, a ponte entre Rodrigo e o programa foi feita pelo correspondente em Nova York, Felippe Coaglia, que conhece o empresário ao menos desde março de 2018, quando os dois estiveram juntos na sede da Globo na cidade americana.

Muitos internautas e telespectadores não viram com bons olhos a matéria e lotaram o Twitter e Instagram para criticar a atitude.

Maju Coutinho, Rodrigo Branco

A pergunta que não quer calar é: Como a maior emissora do país não teve o cuidado de fazer uma busca rápida antes de convidar Rodrigo Branco. E vale lembrar que, a própria Globo sempre faz questão de pontuar que não compactua com atitudes e pessoas que têm posturas racistas.

Relembre o caso

Ex-diretor critica Thelma e Maju e é acusado de racismo

Em março deste ano, uma entrevista entre Rodrigo Branco e Ju de Paulla, o empresário disparou falas racistas contra Thelma, do ‘BBB 20’ e contra a apresentadora do ‘Jornal Hoje’, Maju Coutinho.

Durante a entrevista, Rodrigo afirmou estar torcendo para Rafa Kalimann no reality e emendou um comentário: “Torcer pela Thelma nem pensar! Torcer pela Thelma é racismo.” A influencer chegou a ficar surpresa com a colocação de Branco, que continuou a falar: “Todo mundo está votando nela porque ela é negra, coitada. Ela semana passada ganhou uma provinha e humilhou todo mundo”.

Ainda com o mesmo discurso, Rodrigo usou Maju para explicitar seu pensamento: “Quer outro exemplo? É a mesma coisa que eu falo da Maju Coutinho: ela é péssima, ela é horrível, ela fala tudo errado, ela só está lá (no ‘Jornal Hoje’) por causa da cor. A carreira dela foi ser xingada ‘todos por Maju’, não sei o que por Maju… Ela não tem uma carreira, ela nunca foi repórter de campo, ela fala tudo errado e eu como diretor de TV maravilhoso, vou te falar, ela lê o TP (teleprompter) errado”.

Apesar do argumento do empresário, Maju iniciou sua carreira como repórter de campo da TV Cultura de São Paulo e também da SPTV, já na Rede Globo. 

Depois de ser amplamente criticado pelas falas racistas e preconceituosas, Rodrigo gravou um vídeo pedindo desculpas, para tentar se retratar.

“Todo mundo que me segue sabe que eu falo o que eu penso. Já falei coisas que mudei de ideia. Primeiro queria pedir desculpas a Ju. Hoje eu gravei uma live com a Ju de Paulla e falei um monte de merda. Não falei nada como eu penso. Queria falar uma coisa e falei outra. Tive uma fala totalmente racista. A gente tem que assumir quando a gente fala merda. Recebi ligações de amigos e sei escutar. Graças a Deus tenho amigos”, falou em um trecho do vídeo.