Publicidade

Missa de sétimo dia de Paulo Gustavo é marcada por discursos emocionantes de sua mãe, irmã e marido.

Publicidade
Publicidade

Paulo Gustavo nos deixou tão cedo, aos 42 anos de idade o ator teve complicações por conta do novo CoronaVírus e acabou tendo que ser entubado por meses e não resistiu as complicações decorrentes da doença, que assombra a vida de muitos brasileiros ainda hoje, e o que mais revolta a todos, é saber que já existem vacinas, mas que ainda estamos longe de ter um percentual grande da população vacinado para nos sentirmos seguros.

Ontem, na missa de sétimo dia da morte do ator, familiares e amigos do humorista prestaram diversas homenagens. Tudo aconteceu no Corcovado, no Rio de Janeiro, próximo ao Cristo Redentor, e foi transmitido pelo canal de TV MultiShow ao vivo.

Alguns momentos marcaram essa missa, como o discurso da mãe do ator, Dona Léa Lúcia, também o discurso de sua irmã, Juliana Amaral, e o discurso do pai de seus filhos, seu marido Thales Bretas, que esteve com o ator até o último minuto estimando sua melhora.

Publicidade

“Paulo Gustavo, meu amor. Durante esses últimos sete dias, revisitei inúmeras vezes os sete anos que vivemos juntos. Vários flashs dos melhores dias da minha vida coloriram o meu luto. Dias intensos, repletos de sensações e sentimentos, como tinha que ser com você, com a sua potência e velocidade avassaladoras. O amor é transformador e o nosso não só me evoluiu para sempre, como alcançou milhares de famílias com o exemplo de tolerância, respeito e união. Que sorte a minha viver um amor tão lindo, verdadeiro e correspondido, mesmo que por tão pouco tempo. Tínhamos tantos planos para tantos anos que acho que é para além dessa nossa encarnação. Realizamos muitos sonhos juntos, você despertou em mim uma pulsão de viver que eu desconhecia e me incentivou em cada dificuldade que eu tive”, disse seu marido Thales, em discurso.

“Você aumentou minha firmeza, minha autoestima, me fez sentir o cara mais especial do planeta. Essa era mais uma de suas inúmeras virtudes. Você enaltecia todos que amava, colocava todo mundo nas alturas. Quantas vezes eu vi você fazer o mesmo com amigos e colegas de trabalho. Nossas diferenças eram muitas, o que me fez pensar a princípio que nosso namoro era improvável. Ele Beyoncé, eu Marisa Monte. Ele barulho, eu silêncio. Ele fala, eu escuta. Ele agito e eu serenidade. Mas com o tempo eu vi que essas diferenças só se somavam e com isso cada um de nós dois nos tornávamos pessoas melhores. Depois da soma, veio a matemática da multiplicação, com as duas maiores alegrias das nossas vidas, Gael e Romeu, que prometo cuidar para sempre e transmitir tudo que aprendi com o papai Paulo. Generosidade, caráter, respeito, compaixão, justiça, amizade, valores que são seu maior legado e que se eternizarão nos frutos do nosso amor”, seguiu dizendo Thales.

Thales fez questão de garantir que o amará pelo resto da vida: “Você não devia nada à vida. Falava o que pensava, fazia o que queria, tinha pressa em viver. O que achávamos que era ansiedade, era mesmo o desejo de não perder tempo de ser feliz, talvez pressentindo que o seu caminho aqui na terra seria mais curto do que deveria. Você sentia tudo, sabia de tudo, era impressionante. Que orgulho eu tenho de ter sido especial o suficiente para conviver com uma pessoa da sua grandeza da forma mais linda possível. Um casamento tão mágico, um encontro de almas. Sua presença tão marcante deu lugar a uma ausência sem fim. Uma angústia enorme de não ter mais a sua alegria no meu dia a dia. As suas dicas sensatas, suas opiniões sinceras, suas decisões incisivas e que não deixavam brechas para muitas opções. Espero que o tempo permita que essa angústia seja cada vez menor e que a gratidão pelo muito que vivemos juntos em tão pouco tempo. Te amei demais, te amo e te amarei para sempre. Seu brilho, que tanto iluminou meus dias, agora nos ilumina lá de cima. O céu tem uma grande estrela de volta e eu espero ter a honra de cruzar de novo com essa luz na eternidade”, disse o médico.

Publicidade

Assista:

A mãe do ator também fez uma linda homenagem ao filho: “Eu tava ouvindo a homilia do padre que ele falou sobre amor ao próximo. Meu filho passou no teste do Enem da vida. Ele amou. Eu não sou forte, como todo mundo diz, a minha força está em Deus. A Ele eu peço todo dia: ‘Me ajuda. Eu creio e aceito na partida do meu filho, mas me ajuda a ficar aqui. Me dê forças no meu coração’. Eu não sou forte. A fé que me ajuda. E como ele gostava de me ver cantar, eu falei: ‘Então eu vou cantar uma música para ele’. Vamos lá!”, em seguida, a ‘Dona Hermínia’ cantou a música “Fascinação” em homenagem ao ator.

Por fim, a irmã do ator resolveu citar um Poema de Santo Agostinho, Juliana se mostrou bastante abalada ainda com a morte do ator e teve muita dificuldade para ler o texto, mas depois de algumas tentativas acabou conseguindo.

Publicidade

“A morte não é nada. Eu somente passei para o outro lado do caminho. Eu sou eu, vocês são vocês, o que eu era para vocês eu continuarei sendo. Me deem o nome que vocês sempre me deram, falem comigo como vocês sempre fizeram. Vocês continuam vivendo no mundo das criaturas, eu estou vivendo no mundo do criador. Não utilize um tom solene ou triste, continue a rir daquilo que nos faz rir juntos. Rezem, sorriem, pensem em mim, rezem por mim. Que meu nome seja pronunciado como sempre foi, sem ênfase de nenhum tipo, sem nenhum traço de sombra ou tristeza. A vida significa tudo o que ela sempre significou. O fio não foi cortado. Por que eu estaria fora de seus pensamentos agora agora que estou apenas fora de suas vistas? Eu não estou longe, apenas estou do outro lado do caminho. Você aí que ficou: siga em frente. A vida continua, linda e bela, como sempre foi. Poema de Santo Agostinho”, disse ela.

Vários artistas e amigos do humorista também compareceram para prestar uma última homenagem.

https://twitter.com/beyonceaccess/status/1392254887187070977

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Publicidade