Publicidade

Cid Moreira envia mensagem para filho ‘deserdado’ e diz: “Foi um engano adotá-lo”

Publicidade
Publicidade

Discreto e sem se envolver em polêmicas, Cid Moreira, de 93 anos, teve seu nome exposto por Roger Felipe Moreira, seu filho adotivo, que revelou nesta terça-feira (13), para o programa “Balanço Geral”, da Record TV, que foi ‘deserdado’ pelo veterano, além de se sentir mal por Cid dizer ter sido “um engano adotá-lo”.

No jornalístico, o cabeleireiro mostrou o documento enviado por Moreira para avisá-lo de que não fazia mais parte de seu testamento. Na mensagem, ele recordou quando Roger ameaçou processá-lo na Justiça do Trabalho por conta da ajuda dada em seus trabalhos de locução.

Cid Moreira diz que filho adotivo foi um 'engano'

“Você continua sendo meu filho adotivo porque não consegui reverter a adoção (…). Eu fiz um documento e deserdei você. Escrevi de próprio punho e assinei. Juntei pareceres de profissionais da saúde para provar que não estou senil. Foi um engano te adotar. Fico feliz em saber que você está sendo capaz de se manter”, escreveu Cid num trecho do texto.

Publicidade

Roger ainda disse na entrevista ter se surpreendido pela atitude do pai e que não falou sobre o assunto antes por estar no meio de um tratamento para se recuperar do choque: “Tudo foi retirado. Vamos dizer assim, tudo me foi retirado. Até o apartamento onde eu morava que foi me dado, foi retirado, o estúdio que ele fez para mim que era uma coisa paro meu futuro para eu ter um rendimento, para que eu não passasse trabalho na vida”, lamentou ele.

Sobrinho da ex-esposa de Cid, Roger foi adotado pelo ex-apresentador do Jornal Nacional após passar um período de férias na casa dos tios.

Cid Moreira não se manifestou sobre o assunto.

Publicidade

CONFIRA TAMBÉM:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Publicidade